sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Inesperado Encontro

Te confesso - aquilo que mais desejo
É a tua atenção
Porque se me dedicasse sequer um beijo
Já seria demasiada sorte
Nem te insinuo então
Se me dedicasse paixão forte
Quando me faz corar quanto te vejo.



Que dirá se nos olhos me olhar
Com tamanha paixão nos seus refletida
Verdade que eu daria sem hesitar
Um segundo olhar, como investida
Mas amor, se a esse ponto chegar
Terá que em teus braços me carregar
Pois já estaria, há muito, de amor desfalecida!


Weena Pottter 12/04/08

3 comentários:

LUIZ CARLOS COSTA BEZERRA disse...

Este é lindo...até parece comigo..me identifiquei ai, em especial 1° estrofe..kkk..bjo...

Pedro Augusto disse...

porq sera que eh tao dificil escrever qualquer comentario depois q eu leio um poema seu como esse... sera pq eu nao tenho conteudo ou simplismente medo de q minhas palavras fique pequenas perto da imensidao do teu talento.. ?
parabens pelo poema =)
bjjj

marúzia disse...

É impossivel ler sem me arrepiar.
O que posso dizer? é MAGNÍFICO
ps: eu sempre concordo com o Pedro. rsrs'

Postar um comentário

 
;